Marisa Costa

Saber sonhar é saber viver!

Textos


A Empoderada...
 
Ivy entrou na sala de reunião da presidência. Alisando a mesa de jacarandá com as mãos, pensou:
“Queria fazer amor sobre essa antiguidade”
Se perguntou quantas mulheres se deitaram com seu marido no móvel secular.
 
Marco entrou de repente. 
O semblante estava carregado. Era o sucessor na presidência da holding.
− Quer fazer sexo? Aqui, sobre ela? – perguntou Ivy apontando para o móvel.
− Você está bêbada.
− Ah, estou sim. Bebi um pouquinho.
E soltando uma risada.
− A sua atual amante já se deitou aqui? Com você?
− Pare, Ivy!
− Eu soube do assalto. Fizeram-na refém, não? Um guarda foi morto. Bom que ela sobreviveu.
− Por isso está infeliz. Bebeu?
− Não −  Ivy ironizou. −  Se sua amante perecesse , viraria santa e você a veneraria para sempre. Eu perderia. A nossa pequena guerra, eu perderia.
Ivy soltou outra gargalhada, a um só tempo amarga e empoderada. 
− Não percebeu ainda, meu bem? Sou espetacular, já mo dizias!  Não estou acabada porque o tiro só pegou de raspão  na vadia, ao invés, de acertá-la em pleno coração.
Não mesmo!  Estou comemorando. Você sempre  volta pros braços meus, afinal! Até quando vou sentir que vale a pena, sei não!


(*) Imagem: Google 
Música: A Flor e o Espinho (Canta Paulinho Moska)
https://www.youtube.com/watch?v=NLoHnmAFvT4
 
Marisa Costa
Enviado por Marisa Costa em 04/08/2017
Alterado em 06/08/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras