Marisa Costa

Saber sonhar é saber viver!

Textos



Amor meu... 

maré da saudade à deriva,
liquefeita, infinda, sobe em mim
viaja-me por dentro. E
ntranha-me...

em alcovas febris se ramifica...
bocas amadas ou não, beijos lascivos
apreendidos num entardecer 
versos não resistem... Florescem.

paixão que mal começara
frágil e tão resistente
por poros e peles, sinto-a...

irritante emoção sem aviso.

fazendo-me tocar os céus, amor meu...
de puro extase, sem controle,
corpo arcado, geme.

liberta dos meus laços, nueza...
fogo que queima na memória
atravessa sombras...

inda que um amor perdido
poema me encontra...
faz-me vaguear, para sempre, num paraíso!


Música: Enrique Chia (música romântica)


https://www.youtube.com/watch?v=XPNj8WCGdis

(*) Imagem: Google

***********************************************************
Amei:

De Iolanda Pinheiro:

"Amor distante e tão presente em pensamento, amor se foi e o que ficou, foi só lamento. Baila saudade, leva de mim, meus tantos sonhos, baila saudade com meus dias tão risonhos"...
 
Marisa Costa
Enviado por Marisa Costa em 14/07/2017
Alterado em 18/07/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras