Marisa Costa

Saber sonhar é saber viver!

Meu Diário
22/02/2016 18h00
Brincando de fazer voar sonhos...

Brincando de fazer voar sonhos...

 

Dia a dia, pela trilha sonora da minha estrada,

De mãos dadas com a vida  rumo ao infinito.

Tentando colorir o ontem com as cores da experiência,

Pra o amanhã, curtindo a alegria de me ver sorrindo,

Quero mesmo é brincar de fazer voar sonhos!

 

Nem vou prometer, mas..., 

Mesmo com o passar dos anos...

Que em dias de inverno, sem sol, sem a lindeza das cores...

Me vista de poesia... 

Em céus de tempestade..., de caminhos acidentados...

Nunca seja uma conformista...

Aceitando o que a vida me oferece...

Com medo de vivê-la intensamente. 

 

Que eu lute sempre...

Busque aquilo que traz felicidade

Pra encher meu jardim de bonitezas...

 

Preenchidos meus dias...

Vida vivida intensamente...

Me complete...

Sem nunca desistir de ser feliz!

****************************************************************************

Feliz estou...

Hoje, dia mágico dos meus anos...

Meu aniversário..., 

Feliz estou...

Atravessando meus desertos... quero sempre estar...

É o que importa!

Parabéns pra mim...

Toda a felicidade do mundo...

Tudinho mais o que Deus queira me enviar...

Amém!!!

 

 

 


Publicado por Marisa Costa em 22/02/2016 às 18h00
 
07/02/2016 13h35
Porre de Felicidade...

Porre de felicidade..

 

Vem fantasia..., vem magia...

Possuir-me nesses dia de folia...

Pois que quero mais é dançar...

Tomar um porre de felicidade...

 

Desfilando nas alas sala,quarto, cozinha,

Aí sim hein...!!!

Importa mesmo é ser feliz!!!...

 


Publicado por Marisa Costa em 07/02/2016 às 13h35
 
05/02/2016 21h21
Instantes...

INSTANTES,

 

Se eu pudesse novamente viver a minha vida,

na próxima trataria de cometer mais erros.

Não tentaria ser tão perfeito,

relaxaria mais, seria mais tolo do que tenho sido.

Na verdade, bem poucas coisas levaria a sério.

Seria menos higiênico. Correria mais riscos,

viajaria mais, contemplaria mais entardeceres,

subiria mais montanhas, nadaria mais rios.

Iria a mais lugares onde nunca fui,

tomaria mais sorvetes e menos lentilha,

teria mais problemas reais e menos problemas imaginários.

Eu fui uma dessas pessoas que viveu sensata

e profundamente cada minuto de sua vida;

claro que tive momentos de alegria.

Mas se eu pudesse voltar a viver trataria somente

de ter bons momentos.

Porque se não sabem, disso é feita a vida, só de momentos;

não percam o agora.

Eu era um daqueles que nunca ia

a parte alguma sem um termômetro,

uma bolsa de água quente, um guarda-chuva e um pára-quedas e,

se voltasse a viver, viajaria mais leve.

Se eu pudesse voltar a viver,

começaria a andar descalço no começo da primavera

e continuaria assim até o fim do outono.

Daria mais voltas na minha rua,

contemplaria mais amanheceres e brincaria com mais crianças,

se tivesse outra vez uma vida pela frente.

Mas, já viram, tenho 85 anos e estou morrendo

 

(Nota: este poema não é de Jorge Luis Borges)

INSTANTES,

[quem é autor?]

 Don Herold


Publicado por Marisa Costa em 05/02/2016 às 21h21
 
24/01/2016 13h35
Não importa...

De Sartre ...

"Não importa o que fizeram com você.
O que importa é o que você faz com aquilo que fizeram com você."


Publicado por Marisa Costa em 24/01/2016 às 13h35
 
18/01/2016 19h32
Pai Nosso...

Recebi... e compartilho....

"Pai Nosso que estás nas flores, no canto do s pássaros, no coração a pulsar. Que estás na compaixão, na caridade, na paciência e no gesto de perdão...

Pai Nosso que estás em mim, que estás naquele que eu amo, naquele que me fere, naquele que busca a verdade...

Santificado seja o Teu nome por tudo o que é belo, bom, justo e gracioso...

Venha a nós o Teu reino de paz e justiça, fé e caridade, luz e amor...

Seja feita a Tua vontade ainda que minhas rogativas prezem mais o meu orgulho que as minhas reais necessidades...

Perdoa as minhas ofenas, os meus erros, as minhas faltas. Perdoa quando se torna frio meu coração...

Perdoa-me, assim como eu possa perdoar àqueles que offenderam, mesmo quando meu coração esteja ferido...

Não me deixeis cair nas tentações dos erros, vícios e egoísmo...

E livram-me de todo mal, de toda violência, de todo inforrtúnio, de toda enfermidade. Livra-me de toda dor, de toda mágoa e de toda desilusão...

Mas, ainda assim, quando tais fificuldades se fizerem necessárias, que eu tenha força e coragem de dizer:

Obrigado, Pai, por mais esta lição!

Que assim seja!!!

Muitas bençãos e vitórias a todos!"

 

 

 


Publicado por Marisa Costa em 18/01/2016 às 19h32



Página 7 de 21 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]

Site do Escritor criado por Recanto das Letras